logo

Você é demais

Obrigado por estar com a gente. Estamos trabalhando duro para abençoar sua vida. E queremos muito te ouvir, você pode falar conosco através dos canais abaixo.
ricardo.[email protected]
+55(61)

Instagram

0
  • No products in the cart.
0
  • No products in the cart.

História de José, o Governador do Egito, e identidade cristã

Pedra Angular Brasil > SomosAigreja  > Identidade  > História de José, o Governador do Egito, e identidade cristã
História de José e a identidade cristã

História de José, o Governador do Egito, e identidade cristã

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Email -- 0 Flares ×

A história de José nos mostra que após uma longa jornada, sendo escravo e servindo na casa de outros povos, se tornando chefe da casa de grandes oficiais, também de outro povo e finalmente governando uma nação alheia, seus irmãos, não o reconheceram.

Para quem não sabe, José era um filho amado de seu pai, Jacó, em meio a muitos irmãos, que tinham muitos ciúmes e inveja dele. Jacó o amava muito, e o mimava por isso. E José, tinha sonhos, dos quais seus irmãos, e até seu pai, se curvavam diante dele. Além disso, José desfilava em todo o tempo, cheio de orgulho, com a manta que seu pai lhe presenteou.

Tudo isso obscureceu o coração de seus irmãos, que decidiram lançá-lo em um buraco. Ali, ele esteve muito tempo e clamou por ajuda. A história de José conta que um outro povo o achou, e o levou como escravo, e então ele foi parar na casa de Potifár.

José sempre serviu a Deus com inteireza de coração, e fez o melhor como para Deus, e a história de José conta que ele cresceu ali até se tornar chefe da casa de Potifár.

Mas as coisas apertaram, e a mulher de Potifár se encanta com ele, e tenta se relacionar com José, mas este homem era fiel a Deus, e a repudiou. Ela ficou irada, contou a seu esposo, que conhecendo seu caráter, mas inflamado pela história, não o mata, mas o manda para a prisão.

A história de José continua linda, porque neste lugar, Deus o exalta novamente, e ali passa a ser também chefe. Cuida de tudo e é honrado por todos. Um talento da parte de Deus em discernir sonhos aparece na história, e isso o conduz ao Rei do Egito, e resumindo, Deus se revela por José, e José recebe a incumbência de cuidar do Egito, preparando para uma grande escassez de comida.

Todos os povos passam fome, o Egito está forte, e a história de José mostra como seus irmãos vem até ele pedir comida e provisão. Neste momento, seus irmãos não o reconhecem.

As roupas de José eram diferentes, as pinturas, o modo de falar. Era um autêntico egípcio. E esse é o ponto onde queremos chegar e fazer um paralelo com nossos irmãos na bíblia, encontrados no livro de Atos.

Se hoje, se abrisse um portal no tempo, e estes discípulos de Jesus parassem aqui, em nossa frente, certamente eles encontrariam cristãos com roupas diferentes e culturas diferentes. Mas a pergunta é, será que eles nos reconheceriam como pequenos cristos? Como autênticos discípulos de Jesus? Você é, como os discípulos no livro de Atos, um pequeno Cristo?

Se sua resposta for não, e quiser ajuda nisso, não deixe de conferir nossa página inicial e verificar onde podemos lhe ajudar com tudo isso!

A verdade é que essa história parece com a igreja de hoje, mais do que se imagina. Os irmãos de José jamais conheceram o coração dele, reto, temente a Deus. Eles conheciam a aparência física de José, o seu jeito de falar, sua forma de vestir, seus trajes. Da mesma forma, hoje a igreja se reconhece por motivos similares: trajes, jargões, templos, denominações, mas não por serem novas criaturas que refletem a imagem de Jesus! Estou certo que esta igreja primitiva não nos reconheceria. Mas também estou certo de que ainda há tempo de buscar a manifestação dos Filhos de Deus. E é nisso que estamos trabalhando, renovando nossas mentes, e também operando.

Imagem: Rita Cruz na Imersão Weekend 2018 – Salvador/BA (clique de Rodrigo Souza Fotografia)

Ricardo Cruz
Ricardo Cruz

Discípulo de Jesus, andando nessa terra representando ele. Todos devemos estar aptos a ir pregar o evangelho, batizar nas águas, no Espírito Santo, curar enfermos, expulsar demônios, falar novas línguas e fazer novos discípulos ensinando-os a obedecer tudo que Jesus ensinou. Hoje o estilo de vida cristão está cada vez mais perto do que vemos no livro de Atos. É o que chamamos de Estilo de Vida Cristão normal. Você vai amar. Deixa o rio fluir.

No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Email -- 0 Flares ×