0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Email -- 0 Flares ×

O propósito desse texto é responder a perguntas que nos fazemos diariamente: Por que não experimentamos o Reino mais? Por que o evangelho hoje é tão corrupto? Por que o novo de Deus não chega? Por que os milagres estão escassos? Por que almejamos e não conseguimos? Por que andamos por caminhos tortuosos? Por que ao invés de ajuntarmos, espalhamos? Por que eu não dou fruto? Creio que a resposta possa estar nesse texto: o Reino dos Céus tem a cara das crianças e não a cara do mundo, e vamos discorrer sobre. Meu intuito é analisar o texto de Mateus 18, oro ao Senhor agora para que fale conosco, e estou aberto para ouvir se concorda, discorda, vê de outra forma, mas meditar na palavra, assim veremos a Deus! Só peço que leia tudo, e não pare no meio, independente do que pense de mim, pois no final, é a sua hora de falar, e a minha hora de ouvir. Quero ouvir você. E sem me esquecer, caso chegue até o fim, você terá sua chance de mudar a sua trajetória, mas tem que ir até o fim! Vamos lá:

Você imagina hoje alguém destelhando uma casa para adentrar com um paralítico nessa casa, porque nela há um homem de Deus que pode e vai lhe curar? Sendo bem frio na resposta, se acaso acontecesse, o que acho difícil, imagino o dono da casa ficando irado porque o teto de sua casa foi desfeito, estragado, ou no mínimo, lhe dará trabalho para refazer.

como crianças veremos a DeusHoje estamos mais acostumados a ver imagens como estas que vemos aqui ao lado. Cadeiras de rodas levantadas em cruzadas, de homens famosos que pregam o evangelho. Algo um pouco impessoal, sem um rosto, uma história, uma vida. Mas como assim Ricardo, você não acredita em milagres? Se for de Deus, é claro que sim! Como saber então? Sinceramente, espero não ter que responder isso, que Deus não me deixe em situações como essas, mas me permita ver milagres como estes ou maiores, que venham dEle!

Bem, o milagre representado através da primeira foto foi feito dentro de uma casa, onde todos se conheciam. Os homens curados eram homens conhecidos pelas suas necessidades. Eram casas pequenas, templos onde todo mundo se conhecia. Hoje, as coisas são um pouco impessoais. É difícil ver tais feitos nas igrejas pequenas, nas reuniões de oração nas casas dos membros ou nas visitas. Por que isso?

Meu propósito é ir deixando perguntas pelo caminho, e no final, quem sabe respondermos algumas delas. Mais do que isso, fazer-lhe refletir sobre a TUA VIDA e não sobre a vida dos OUTROS, ou igrejas. Consegue? Sim, estou te desafiando a isso!

As vezes, me questiono sobre outras coisas também, veja se compartilha comigo dos mesmos pensamentos: por que hoje a igreja parece tanto com o mundo? Queridos, falar de igreja é falar de empolgações de um grande líder. É falar sobre o que motiva centenas de líderes a trabalharem por estas causas. É claro, a igreja é feita por pessoas, e principalmente, por quem está a frente, trabalhando! Sim, até os chamados corruptos trabalham, e muito! E estes fatores, parecem ser um pouco diferentes da igreja nascida em Jerusalém, e expulsa de lá para cumprir o ide pelo mundo afora, após as perseguições. Eu particularmente, que sou evangélico, acho nossas igrejas mais parecidas com as igrejas católicas romanas que foram tão questionadas por Martinho Lutero, o grande homem de Deus que nos abriu aos olhos! Abriu para o que mesmo? Não digo da época porque não vivi nela, mas hoje, as vezes, me parece que abriu foi aos olhos daqueles que queriam ser iguais ou viver dos mesmos privilégios dos altos arcebispos e eméritos papas!

Sim, aqueles que nasceram sem oportunidades de estarem dentro desta instituição, ou não lhe pareceram interessante estudar como estes, e ficar o tempo necessário que estes ficam, até chegar a uma posição dessa, que além de tudo, envolve uma enorme incerteza, e um preço de exclusão de necessidades não privadas claramente na palavra de Deus.

Pensou em quem? Nos nossos líderes religiosos? Bem, eu gostaria que você pensasse em você mesmo! É como falar de políticos!! As crianças de antigamente poderiam falar mal de políticos, e hoje, algumas delas oportunamente se tornaram deputados, senadores, governadores, etc. Fazendo o que? Pior dos que os de 40 anos atrás, com certeza! Quando você pensa num líder desse e o julga, está fazendo um papel deplorável de criar um julgamento do qual provavelmente um dia poderá ser previamente julgado!

O que eu quero dizer então? Que o mundo é agradável ou belo aos nossos olhos! Ao menos que você não tenha essa carne que cobre os seus ossos, você é e será tentado em várias áreas em sua vida, e cairá em algumas delas! Se eu pudesse dar um palpite, diria que você irá cair naquilo que mais julga hoje! Acalme-se, não estou lhe amaldiçoando. Jesus não amaldiçoou ninguém quando disse que teremos tribulações. Ou em outras partes, quando diz que os justos cairão sete vezes. Estas coisas são fatos deste mundo com um príncipe maligno.

Milagres impessoais, igrejas abertas a torta e a direita para todos os lados, um povo dividido, escândalos com dinheiro, sobre dízimos, sobre ofertas, sobre o já criado jargão “pequenas igrejas, grandes negócios”. Esse ano eu decidi algo em meu coração. E o que é? Quero ajudar o maior número de pessoas possíveis a não cometerem os mesmos erros daqueles que hoje estão cometendo, ou que eu mesmo cometi, e caindo no descrédito da população!

Por que me proponho a isso? Por um motivo simples:

Consigo ver em mim os desejos e concupiscências da carne, e a graça e misericórdia abundante de Cristo por mim!

Você consegue ver em você? Amados, vocês são pecadores, e quem não se conhece, não se transforma! Quem não conhece os próprios pecados, não conhece a redenção de Cristo! Onde estão as expressões bíblicas por nossas igrejas?

“Jesus, filho de Davi, tenha misericórdia de mim!!” Lc 18:38

“Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador” Lc 18: 13

“Pai, pequei contra o céu e contra ti, e já não sou digno de ser chamado te filho!!” Lc 15:21

Eu não vejo. Onde estão os fariseus de hoje? Onde estão os publicanos? Vejo santos se convertendo (a que mesmo?), igrejas lotadas, onde são feitos apelos para que se dobrem perante a Deus, e se arrependam de seus pecados, e ninguém indo a frente. Apelos para que se santifiquem, e ninguém aparece novamente. Apelos para se comprometerem com Deus, e agora… bem, ninguém novamente. Por que? Todos estão cheios… de si mesmos! AMAMOS AO MUNDO! AMAMOS NOSSA REPUTAÇÃO! AMAMOS ESSA CAPA, ESSA MÁSCARA MEDONHA E RIDÍCULA, UM TRAPO IMUNDO AOS OLHOS DE DEUS! Não? Qual foi a última vez que você, evangélico, homem (mulher) de Deus, foi a frente de sua igreja, e falou publicamente que queria mais de Deus, queria se render a Jesus, que viu em você os desejos e amor por este mundo, e que estava arrependido? Que precisava de força e coragem, precisava de Cristo para continuar vencendo? (Por acaso você está realmente fazendo? Faça um favor a si mesmo, e não se glorie por isso, a fim de que não seja caído na natureza maligna de Satanás)

Pecador, você precisa de Jesus hoje, tanto quanto precisou no dia em que levantou sua mão e falou que queria que Jesus entrasse em sua vida! Pecador! Hoje você precisa amar a esse Deus mais do que esse mundo, e fazer escolhas importantes e pesadas de se decidir: tomar a sua cruz, e seguí-LO. Pecador, você precisa entender que não existe amizade entre o mundo e Deus, e os meios do mundo não são os de Deus. Os prazeres do mundo não são os nossos prazeres. As justificavas do mundo são inaceitáveis por Deus! A cultura mundana não pode mais ser a sua cultura!

Em O nome de Jesus entenda que carácter você recebe de família sim, mas não pode ter a marca do sangue do cordeiro em sua vida! O único caráter aceitável a Deus, é o de Cristo, que é forjado através da vida no evangelho, e só pode, portanto, existir, após caminhar com o Senhor, e se entregar a Ele diariamente!

Sim, igreja não combina com carnaval, com ficar, com transar ilicitamente, com ganhar dinheiro, fama ou prestígio, se dando bem em cima dos seus irmãos. Não! A noiva não combina com jeitinhos, sofismas, falta de paciência em esperar a ação de Deus e fazermos do nosso jeito!

Ninguém lhe disse isso, então eu vou te falar. Quando você levantou sua mão, você disse: Deus, eu quero você, e quero negar a mim mesmo! Quero a sua vontade, e quero jogar no lixo as minhas! Quero os teus sonhos, e quero cravar os meus na tua cruz! Pai, quero viver como filho, dependente do Senhor, e com isso, obviamente negar e lançar fora tudo que significa minha independência, e que me afaste de Cristo Jesus. Não? Não falou!? … Significa dizer que você precisa não se importar mais com o mundo, com os seus parentes e familiares, com as pessoas da igreja, com as pessoas do seu trabalho, com as pessoas que moram ao seu redor, para finalmente, conseguir se importar com Deus, com o que Ele pensa, com o que Ele acha, com o que Ele planeja para você.

Você Levita, tem que jejuar e orar pesadamente, constantemente, para não se envaidecer! Você pastor, precisa pagar um preço constante para não cair no orgulho, e não confundir os feitos de Deus por seus!

Isso é pesado, e me é pesado dizer isso sim, porque para mim não é fácil adotar (ou tentar) essas verdades depois de anos ouvindo ou escolher ouvir este evangelho mole, aguado, sem vermelho, sem sangue, sem renúncia! Este evangelho que é corrupto na minha não transformação, resulta num evangelho corrupto de líderes, de igrejas, de denominações (falo isso porque também quando há um pastor, um obreiro, ou futuro pastor sarado, podemos ver congregações inteiras saradas também!!!), de um rótulo largamente difundido na mídia, que envergonha e traz nojo aos que ainda não conhecem o evangelho, que quando é torcido, inunda o chão de sangue. Acreditam sim, que se o evangelho for torcido, só vai cair dinheiro de troxas e “babacas” ignorantes.

Entendam, eu não vejo o menor problema naqueles que ofertam para um líder que está pensando aonde vai jantar aquela noite com aquele dinheiro! Eu não vejo o menor problema com os que dizimam a líderes que vão viajar com esse dinheiro ao final do mês. Eu me importo de você olhar para isso, e julgá-los, esquecendo que seu relacionamento com Deus não exige mais intermediadores, e me importo ainda mais, quando no futuro, quando as portas se fecharem na sua vida, você se tornar igual a todos eles, ou o pior de todos, o justo, sábio, que se afundou na mentira do julgamento e julgado ficou!

Hoje eu me incomodo em pensar, por que não sou capaz de vender meus bens a uma igreja, que supostamente aparecesse, e fosse legítima, onde se divide com todos, e todos passam a viver do evangelho! Você é capaz? Vai dizer que não, porque alguém vai pegar seu dinheiro, se dar bem, e você se dar mal! Bem, teu caso é pior que o meu! Porque o evangelho é de dentro pra fora, e não de fora dentro! Mas no meu caso, hoje não tenho essa coragem, e isso me incomoda! Você tem? Amamos os nossos bens, e amamos os nossos tesouros, e definitivamente, estes tesouros não estão nos céus! Eles estão no mesmo endereço da sua conta telefônica, ou quem sabe, de nossa conta bancária!

Hipócrita, você não vive esse evangelho, como eu não vivo, e por isso, não vemos os milagres que foram registrados na bíblia! Para de ficar se perguntando se por acaso o conjunto das estrelas não está favorável, ou se é um tempo onde Deus decidiu pensar diferente! Deus, nosso Pai de amor e graça, continua querendo salvar vidas a preço de sangue vertido na cruz do calvário, e enquanto Ele trabalha em favor de vidas miseráveis e ridiculamente não merecedoras dessa graça, eu e você, nós trabalhamos em favor de como Deus nos fará herdar tudo que queríamos no mundo antes de nos converter, mas ainda não tínhamos conseguido!

Porque estou sendo tão duro com você (e acredite, comigo mesmo), se falei que quero lhe ajudar!?

“Jerusalém, Jerusalém, você, que mata os profetas e apedreja os que lhe são enviados! Quantas vezes eu quis reunir os seus filhos, como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas vocês não quiseram.
Mateus 23:37

Porque para lhe ajudar, eu preciso que você entenda que precisa ser ajudado!

Entenda, pecador, eu não estou lhe acusando, porque assim, estaria sendo julgado, mas estou falando e mostrando o que você é, assim como sei o que eu sou, para que você e eu, possamos viver debaixo da graça e não da mentira, do engano, e da morte! Até Paulo continou sendo pecador, mas agora, ele era “o pecador remido pela graça”. Você entende isso? Não é um emérito Paulo! É um Paulo sem méritos, que glorifica a Deus (e não tem problemas com isso, pois não há disputa!).

Milagres, queremos ver milagres, mas… a preço de banana!

Concordar com uma oração que sou incapaz de fazer, e então aproveitar enquanto o preletor ora, por 30 segundos, e então falar, ahh Papai, seria tão bom ver milagres aqui essa noite, especialmente aqueles que eu preciso, me cura disso, me dá aquilo, eu quero eu quero eu quero.

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
1 Timóteo 6:10

Reconhece isso?

Ô mentira trazida diretamente do inferno, elaborada pelo próprio Maligno, de que você precisa ter a quantidade de dinheiro que acha que deveria! Para que pecador? Para pecar mais e se desviar do Deus poderoso e altíssimo, poderoso para te salvar! Para se aprisionar ao atrapalho, ficar longe de tua família, envolver com secretárias, ir parar num bar com clientes importantes, ou quem sabe em lugares piores. Estou cansado de ver!

Queremos uma TV nova, algo touch novo (computador, notebook, sei lá), o celular do momento, o tablet que faz a mesma coisa que o celular gigante faz, mas as vezes é uma polegada maior. Queremos roupas diferentes, uma para cada culto, não repetí-las, mas amarmo-las suficientemente para não darmos a quem precisa. Queremos estampar as marcas dos gringos no peito, nas costas, nos ombros e na coxa, é um tal de Tomy, Lacoste, Hugo Boss, Victoria Secret, Victor Hugo, Michael Kors, Ralph Lauren, Calvin Klein, Abercombrie, Eckõ,  me ajuda aí gente!! Mas e a marca que feriu Jacó, e lhe deu o nome de Israel?

Em Jerusalém, aqueles que se converteram, povo chamado desde Abraão em promessa, deram tudo que tinha, venderam, e entregaram aos apóstolos, que dividiam a cada um conforme as suas necessidades! Isso é intolerável hoje não é mesmo!? Como disse um dos meus pastores (a fim de não explicitar ninguém, pois não é, nem jamais será o foco): hoje nós não precisamos viver o que a primeira igreja viveu! Que tristeza, em ver resquícios desse evangelho, moldado e açucarado, contaminando homens de Deus (ai Jesus, eu prefiro esse evangelho também, me dá força Senhor, vamos lá…). Quem disse que não??? Todos dizem que não! Somos contaminados e então não nos preparamos para fome, morte, sede, tribulação, perseguição, nada disso! Ora, isso jamais nos separará do amor de Cristo mesmo, como poderia, se no nosso evangelho isso só existe para os que estão desviados? Como dizem os gaúchos, BAH! Paremos com isso meus irmãos!!!

Queremos números sim! Mas… que possam ser contados nos céus, no livro da vida!

Fora de Jerusalém, na obra que convertia os gentílicos aos seus dez milhares (paralelo meu), o Apóstolo Paulo estava trabalhando para não ser pesado a obra! Queridos, sabe o que ele estava fazendo? Se defendendo do julgamento dos ímpios? Não! Fugindo do julgamento dos irmãos? Creio eu que absolutamente não! Estava se defendendo, e fugindo, de si mesmo! Do Paulo pecador, o qual não recebia trela, não recebia mão e cafuné na cabecinha, do Paulo que foi cravado na cruz do calvário e que de lá não saiu, conforme nos dá a entender as escrituras sagradas!

Tenho meditado em todo tempo como me dedicar o quanto eu quero a Deus (e fui chamado), sem ser um peso para igreja ou irmãos (ou até mesmo a esposa – para reflexão dos homens), ou sem que eu tenha que prostituir o meu tempo, sem lesar irreparavelmente minha família com minha ausência! Se não o fizer agora, eu vou ser, talvez, mais um dos homens que vai se perder em algum engano justificável, em algum sofisma vindo direto do inferno, cair, e ter que contar mais uma vez com a graça de Deus. Para quem quer saber mais, pode ler este texto que fiz para pastores (e também para missionários, líderes, e cristãos que querem respirar Deus) em como poder colocar diante de Deus uma nova forma de conciliar tudo, ser um trabalhador honesto, homem ou mulher de família, e ainda sim serví-lo com alegria e tempo – clique!

Acabando com este mal, provavelmente acabaremos com outros bem menores! Mas como, como fazermos essas coisas?? Como seremos capaz de realizar tais proezas? Como vencermos o mundo, os desejos, os prazeres, essas coisas que Deus para não se importar, se não conseguimos? Bem, a resposta está no título. Para os homens, os adultos, os já amassados, provados, refinados pela escola da vida não podem conseguir!

Deus nos chama para sermos filhos queridos!

Diz a palavra gloriosa de Deus que até os funcionários são bem tratados e tem do melhor, quanto mais os filhos!! E filho nasce bebê, torna criança, e no Reino dos céus, não sei se fica adulto! :) Ninguém nasce já crescido, adestrado, ensinado, estudado, não!

Para sermos crianças, precisamos ser ingênuos na presença de Deus (você vai ter que confiar no seu Pai! Ele sabe que você é uma criança e pode vacilar, Ele está de olho em você! Pode ir sem medo!) Precisamos passar a borracha, matar essa vaidade louca mundana de que somos ou queremos, e aprender com nosso Pai! Olhar para Ele como o nosso herói, imitá-lo a todo o tempo, crescer querendo ser igualzinho a Ele!

Como crianças, experimentaremos o novo! O vinho novo! Como é ser um vaso novo! Como é ser a noiva! Como é ter esse noivo! Como é adentrar a sala do trono e pular no colo do Pai! Como é viver os prazeres de estar no meio a um coral de anjos cantando santo, santo, santo é o Seu nome, e agarrar esse pé, e falar: colo Papai!

Como adultos, velhos, machucados e feridos, entramos nesse Reino, como um vaso pequeno, seco, cheio de terra podre e fedendo a sepulcros caiados, fingindo que tá brilhando e cheirando o sangue do cordeiro! Hoje em dia (não sei se antes era diferente), deve ser até fácil, porque nossas congregações são assim, cheias de pessoas negando umas as outras, que servem a Deus (e realmente tentam), mas quando entram o EU na história, ai o bixo pega, é um tal de fulano isso, aquela igreja aquilo, muda muda, troca troca, crente que não precisa de igreja, e por aí vai.

Como crianças, veremos o Reino, entraremos no Reino, conheceremos o Reino, e moraremos no Reino!

Amados do meu Pai, essas crianças, são crianças convertidas! Esse texto é pra crente, e não para descrente:

Chamando uma criança, colocou-a no meio deles,
e disse: “Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus.
Mateus 18:2-3

Esta é a palavra de Deus. E se você parar para analisar, verá que é muito simples entender o porquê você não vive como uma criança. Você é cheio de medos, cheio de inseguranças, ama demais esse mundo, e tem medo de experimentar ser essa criança. Alguns tem medo de decepções, rejeições, de empobrecer, perder as amizades, o namorado, namorada, mulher, filho, mãe, pai. Então, você imita o mundo! Dava certo antes, pelo menos na sua vida deu até agora, então vamos continuar fazendo assim!

As vezes você pensa diferente, você não sabe o que dá certo, mas é cheio de desejos lhe consumindo por dentro, então, olha para os “crentes” que conseguiram o que no fundo você também quer, e então imita eles!

O primeiro e o segundo caso não são compostos por crianças que caminham no Reino! Para ser como uma criança, você tem que conhecer o novo de Deus, o desconhecido, o terrível e adorável futuro que a Deus pertence! Como diz no livro do profeta Ezequiel, não basta as águas nos joelhos, nos artelhos, tem que mergulhar nas águas desse Deus!

Eu falei que sou semelhante a você mas tomo posição de mudar, porque ficar assim não dá! Só falar não adianta. E você?

Toma uma postura hoje crente, analise a sua vida, e então, mude a sua vida!

Eu não sei se vai doer. No meu caso, as vezes, me parece doce na boca, como um mel, mas amargo doce quando engulo, e desce ao meu ventre. Até que vem o depois, que só quem provou pode saber. Pode ser o contrário, pode ser outra coisa… você só vai saber se experimentar mudar!

Eu li um livro que foi especialmente importante para mim, e se você der sorte, ainda vai estar neste site e poderá encontrá-lo lá em cima, a sua direita, que se chama “O Retorno do Filho Pródigo” de Charles H. Spurgeon. Este livro é sobre um texto altamente evangelístico, mas muitas vezes, serve para nós também, “crente velho”. E comigo falou muito sobre a postura, tomar uma atitude, ter antes arrazoado, pensado, mas decidido e executado, “levantou-se e foi para seu Pai” Lucas 15:20.

Precisamos levantar da posição que nos limita, que nos devora e consome, sair do lugar que nos impede de ver, e caminhar, marchar, ir direto ao encontro de nosso Pai! E aqui queridos, é realmente sem intermediários! Não tem profeta, não tem pastor, não tem irmão de oração, não tem culto de quebra de maldição nem de resgatando o seu milagre. Tem seu Pai, olhando para a porta do Reino, esperando você aparecer, e que quando lhe ver, por mais que os filhos achem vergonhoso, sairá correndo ao seu encontro! Ele espera essa criança! Ele espera não aquele adulto tão cheio de si, de interesses nesse mundo, e nessas mentiras. Esse se foi, e não é por esse que Ele aguarda retornar. Ele espera uma criança, que consiga aprender o que não aprendeu no mundo: Ele tem uma capa de filho e um anel de filho para lhe vestir, e declarar por todo o céu, e por toda a congregação dos justos, que você, é mais um, que ganhou o Reino dos Céus, junto e através do seu irmão mais velho, Jesus Cristo!

Quer entrar no Reino?

Quer vencer os seus medos? Quer vencer as rejeições? As decepções? O pecado? A morte? A ira vindoura? O desejo e os impulsos por dinheiro? Por bens? Por ter e ter e ter? Quer vencer o SER? Que vencer o SER ADULTO?

Tome uma atitude

Se você tem dinheiro e tempo, mas acaba se consumindo no consumismo, ou gasta mais do que deveria e vive brigando em casa por causa disso, deveria experimentar o curso de finanças Crown que existe nas igrejas ligadas ao Ministério da Família.

Se você se acha o que ser marido é subjulgar a esposa, ou se você é a esposa e não sabe ser submissa ao marido, considere fazer os cursos:

Noivos – Cursos para noivos

Casado – Casados para Sempre

Filhos – Criando Filhos a maneira de Deus

Se a questão é como viver um homem de Deus, considere o Homem ao Máximo. Já para as mulheres, pense no Mulher única.

Passado e traumas – Veredas Antigas.

Todos estes acima são do Ministério da Família.

Se está vivendo no pecado (a maioria das pessoas estão), mas se trata daquele que você tem consciência e luta há anos, mas não consegue vencer, naqueles que tem se repetido de pai pra filho, você tem todas as armas para ser vencedor desde que aceitou a Cristo, mas você precisa enxergar isso! Eu sugiro você que possa separar 4 dias ou 1 semana do seu ano, e fazer esse congresso: Moriá: Ministério Restaurando Vidas, da Igreja Batista Lagoinha. É para cura interior, e libertação. É para você se conhecer, e tomar uma postura definitiva na sua vida. Eu fiz e recomendo!

* Nota: hoje acredito em algo melhor que isso, que é sair dessa linhagem de pecado e entrar embaixo da linhagem de Cristo. Um camarada bom para acompanhar que fala muito sobre isso chama-se Todd White. Você pode ver vídeos dele legendado aqui neste canal do YouTube.

Independente do assunto, você precisa tomar outra atitude hoje mesmo!

“Ah, amanhã eu vejo sobre isso” – Não faça isso! Eu lhe proíbo em O nome de Jesus! Essa frase irá lançar fora todo este trabalho por você, então, faça algo agora!

Se não tem tempo, faça algo que vai lhe levar 5 minutos, mande um e-mail para o seu pastor, ligue para um irmão em Cristo, e diga que quer ter uma reunião para falar sobre sua vida, e marque dia e hora! (Ricardo, eu não tenho com quem falar: pronto, manda ume-mail para mim: [email protected] , que eu vou lhe ajudar). Pronto, a atitude para vencer a procrastinação e ser livre foi tomada, Deus vai lhe abençoar!

Seja uma criança, e entra no gozo do teu Pai.

Amados, eu os amos em Cristo Jesus, e cada palavra, não foi para morte, mas sim para vida. Receba, em O nome de Jesus. Amém.

Se você gostou desse texto vai gostar também:

  1. O que é óleo de unção ou ungir? De onde veio? E para que serve?
  2. A glória desta última casa será maior do que a da primeira
  3. O que é pedra angular?
  4. Os segredos de Deus no trabalho
  5. Esboço de pregação sobre Ezequias
  6. Por que está abatida ó minhalma
  7. Deus tem prazer em te abençoar, ele trabalha por você
  8. Ex-espírita conta como Deus a chamou, vale a pena ler

Ricardo M. Cruz
[email protected]