logo

Você é demais

Obrigado por estar com a gente. Estamos trabalhando duro para abençoar sua vida. E queremos muito te ouvir, você pode falar conosco através dos canais abaixo.

Instagram

0
  • No products in the cart.
0
  • No products in the cart.

Palavra

Pedra Angular Brasil > Palavra (Page 2)

Amados, creia nisso, o tempo de cantar chegou na sua vida! Na minha vida!

Cantem e alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O SENHOR seja engrandecido, o qual ama a prosperidade do seu servo. (Salmos 35 : 27)

Este Deus precisa ser engrandecido, e Glórias a Jesus por aqueles que o fazem com ALEGRIA! Assim como meu coração transborda de alegria, pela fé, pelas promessas desse Deus maravilhoso, e por esse incendio de Deus que nos faz cantar, dançar, e glorificar o seu Nome!

A justiça de Deus é maravilhosa, não tarda, não falha, antes, amamos a esta justiça, porque não é justiça dos homens, não é justiça conforme crivos parciais, mas é justiça de amor e de alegria para aqueles que Nele esperam!

O interessante desse versículo é que ele fala sobre o nosso amor a justiça de Deus, e fala do amor de Deus na prosperidade dos seus servos.

Meditação sobre a parábola dos trabalhadores na vinha ( Mateus cap. 20 versos 1 ao 16 )

“Porque o reino dos céus é semelhante a um dono de casa que saiu de madrugada para assalariar trabalhadores para a sua vinha.” (Mt. 20:1)
“Mas, tendo-o recebido, murmuravam contra o dono da casa, dizendo: Estes últimos trabalharam apenas uma hora, contudo, os igualaste a nós, que suportamos a fadiga e o calor do dia”(Mt. 20:11-12)

Queridos, aqui continuamos falando sobre a injusta justiça de Deus e lemos uma parábola que é muito questionada e polêmica, na verdade, um absurdo para os homens justos desta terra.

¨ João capítulo 11
32 Quando Maria chegou ao lugar onde estava Jesus, ao vê-lo, lançou-se-lhe aos pés, dizendo: Senhor, se estiveras aqui, meu irmão não teria morrido.
33 Jesus vendo-a chorar, e bem assim os judeus que a acompanhavam, agitou-se no espírito e comoveu-se.
34 E perguntou-lhe: Onde o sepultastes? Eles lhe responderam: Senhor, vem e vê!
35 Jesus chorou.¨

Jesus amava aquele homem, a saber, Lázaro. Jesus amava toda aquela família. O Senhor tinha um plano de vida para eles, eles eram um projeto vivo do Senhor nesta terra. E como sabemos disso? Simples, os projetos de Deus tem um fim, e este é:

Palavra:

Se és tu, Senhor, manda-me ir ter contigo, por sobre as águas. E ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por sobre as águas e foi ter com Jesus. Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou: Salva-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste? Subindo ambos para o barco, cessou o vento.” (Mateus 14: 28b-32)

Oração:

Esta, assim como toda palavra do Senhor Jesus, tem de trazer vida aos nossos corações, atitudes, e também conforto. Meu pedido é que assim como o Senhor falou ao meu coração, Ele possa também falar ao seu, e que seja abençoado por esta mensagem de fé, em nome de Jesus.

Mensagem:

Amados, como é bom viver as experiências que o Senhor tem nos reservado. Muitas vezes, observamos algumas semelhanças com as experiências que vivemos no mundo, como passar por dificuldades mas também obter vitórias ou escapar de algumas furadas, mas as experiências com o Senhor nos faz crescer, nos leva a um patamar mais alto espiritualmente, cuja principal função, é nós transmitir autoridade para pisar serpente e escorpioes, abençoar e sermos abençoados.

Nesta mensagem vamos falar sobre a experiência de Pedro relatada na bíblia, e vamos deixar também o Espírito do Senhor falar aos nossos corações. Se você já passou por uma situação semelhante, está passando, ou deseja passar, quero lhe dizer que neste momento estamos na margem oriental do lago, rumo a Betsaida, ao lado ocidental, e temos grandes momentos para viver na presença do Senhor, o barco está pronto, é só você entrar.

Você acredita em Deus? Acredita em Jesus? O que acredita dele? Foi um bom homem? Um grande filósofo? Foi um enviado de Deus? Podia falar por Deus? Sabia quem era Deus? Ele era Deus?

É importante sabermos o que realmente acreditamos, no que se baseia nossa fé. Seria ela volátil, dependendo sempre de nossos valores e interesses atuais? Ou acreditamos naquilo que está escrito sobre Ele? Porque a partir do momento que eu não acredito no que está escrito, e limito-me a acreditar naquilo que pra mim tem lógica, eu limito o ser de Jesus, a sua inteligência, conhecimento a minha lógica e conhecimento? Eu limito Deus ao meu pensar e saber. Já parou para pensar nisso?

A palavra de Deus não precisa ser ou ter lógica para você, para ser verdadeira e real. Não depende que homens definitivamente comprovem se foi alterada ou não, que as especulações sejam satisfeitas, para ser verdadeira. A palavra de Deus se garante nela mesmo! Se garante em uma promessa, na qual diz que “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.”  (Mateus 24 : 35) ou ainda “Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.”  (Mateus 5 : 18)

Isso aí é Jesus, e isso vale para as palavras que foram lançadas enquanto pregaram ou da lei e dos profetas, ou do que foi testificado deles pelos apóstolos, díscipulos, inspirados pelo Espírito Santo de Deus. Não sei se lembram, mas no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.”  (João 1 : 1)

Consegue entender isso? Então acho que já temos elementos o suficiente para saber se você é um cristão, ou se você é um eumesmão que usa Cristo ou a bíblia quando convém. E se você acredita em Cristo, vamos ver até onde ele acreditava na sua própria palavra ou não. Sim, me refiro a parte mais renegada da bíblia, o antigo testamento.

Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. … Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.” (Livro do profeta Isaías 53 : 7,10 ; conferir todo o cap.)

Mas Deus assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado; que o Cristo havia de padecer.” (Atos dos Apóstolos 3 : 18)

E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.”  (Evangelho de Mateus 26 : 39)

E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.”  (Livro de Filipenses 2 : 8)

Queridos, temos lido muitas coisas a respeito do Natal. Quantas perguntas, quantos questionamentos, quantos estudos, quanta vasculhação, quanta discursão. Eu me pergunto, qual será o verdadeiro intuito disso tudo? Porque as pessoas se prendem a gastar horas e horas procurando argumentos para dizer que estão certas, e depois disso se perguntar, o que tudo isso representou? Será que foi para a glória de Deus? Será que serviu para a minha salvação? Ou para a do meu próximo? Com certeza agora ele é feliz. Será? Quantas perguntas não é mesmo, e isso serve, ao nosso ver, para mostrar um pouco do que o Natal é, ou deve ser, em primeira instância. Reflexão. É claro que esperamos também mudança, transformação, restauração.

E estas perguntas deveriam ser se Jesus realmente nasceu no dia 25 de dezembro? Não deveria Ele ter nascido em setembro? O inverno não costuma ser rigoroso em Belém da Judéia para que os animais e pastores ficassem nos campos nas caladas da noite? Devemos nós usar árvores de Natal? Bolas, presépios, guirlandas, papai noel? Ah, então é necessário falar do das lendas baseadas no bispo Nicolau! Mas a origem não vem das festas pagãs que os cristãos não conseguiram ficar de fora? Precisamos falar sobre Constantino!? E não vamos falar sobre a Brumália de 25 de dezembro que seguia a Saturnália de 17 a 24 de dezembro? Vamos falar da festa Mitraica! E as idolatrias e cultos ao Deus do Sol? Ah, precisamos falar sobre o que veio do Egito! E por que não dizer dos pecadores Herodes e o próprio Faraó? Esses sim comemoravam seu natalício! Talvez fosse melhor focarmos no Natal da corrupta Babilônia e seu ainda mais corrupto fundador Nimrode e seu natal, quer dizer, natalício. Acho que precisamos falar de quando cada turno iniciava para entendermos o turno Abias citado na bíblia, e então descobrir a verdadeira data do nascimento do Cristo. Bingo! Agora sim! E quando soubermos o exato dia em que Cristo nasceu…!! Bem, ainda vai ser uma hipótese, é, complicou demais, deve ser por isso que Deus não deixou claro na bíblia qual foi o dia! Na verdade, será que temos que comemorar o Natal? Ou isso não passa de uma grande heresia!!?

Ufa! Talvez você tenha ficado perdido com tantos questionamentos? Será que tudo isto ajuda a entender o Senhor Jesus ou mesmo o Natal? Ou será que agora vai correr atrás das enciclopédias Católicas, quem sabe a edição de 1911, ou A nova enciclopédia de conhecimento religioso, de Schaff-Herzog, ou ainda comentários de Adam Clark, volume 5. Não, eu vou para a enciclopédia Britânica! É, acho que nesse ritmo todo, daqui a pouco estou estudando mais sobre Zeitgeist, e quem sabe Jesus representou mais um ciclo de outro calendário pagão.

É, depois que você ou eu tivermos tudo isso na ponta da língua, para levarmos a grandes discursões, palestras, abrir um grande site sobre apologética, vou ser agora mais Cristão, e mais liberto! Agora que não comemoro mais o Natal vou para o céu! E os outros que estão ao meu lado vão ganhar a salvação! É o início de uma nova era! Deve ser isso que Cristo queria que entedessemos para sua volta gloriosa?

Querido, se você é dessa turminha, você pode parar por aqui, copiar esses trechos acima, vai para o Google, e ficará muito mais culto, estudado, quase um cientista, ou historiador. Mas se você é daqueles, que ainda se preocupa em refletir no Natal, em olhar para si mesmo, para seus atos, como foi o seu ano, onde está Deus em tudo isso, onde achá-lo? É com você mesmo que eu quero conversar neste texto. E não vou fugir da bíblia, vamos lá!

Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: estando Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivessem antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo. … Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles.” (Evangelho de Mateus 1 : 18,21)

e ela deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou-o e o deitou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.” (Evangelho de Lucas 2 : 7)

Vem chegando o Natal e então começamos a nos recordar do nascimento do Senhor Jesus. Para que Ele veio, para que nasceu? Qual o propósito? Então muitas vezes começamos a pensar em salvação, ou como deveríamos ser, nos comportar, agir, amar. Eu sei que muitos de vocês pensam a respeito disso.

E é pensando nisso que me lembrei de uma figura muito reconhecida dentro de várias religiões que se dizem cristãs, ou simpatizantes, etc. E esta figura é a do bom samaritano, uma das figuras que Jesus utilizou para pregar o reino dos céus. Então fica a pergunta no ar, será que esta figura é a que devemos ter ao pensar como devemos ser ou nos comportar, ou ainda, a figura para nos assemelharmos ao buscar o reino dos céus, a nossa salvação? Bem, a resposta é sim, e não. Vamos estudar um pouquinho a respeito?

Levanta-te, pois esta coisa é de tua incumbência, e nós seremos contigo; sê forte e age.” (Esdras 10 : 4)

Assim como Jesus falou Talitá cumi!, que quer dizer: Menina, eu te mando, levanta-te! (Marcos 5 : 41), da mesma maneira, pois é o mesmo Deus, o Senhor nos fala hoje, levanta-te!

Aqui nós temos duas situações diferentes, e a mesma ordem, em qual delas você se encaixa? Deixe o Senhor falar hoje ao teu coração.

Texto escrito por mim, com pouco tempo de convertido, brincando de ser pastor, de pregar. Por acaso encontrei aqui, mas sinceramente, de brincadeira não tem nada, vale a pena ler.

Isso é para termos idéia do que Paulo dizia:

As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.”  (I Coríntios 2 : 13)

Mais uma vez, a palavra de Jesus viva e verdadeira! Vamos ao tema:

A Paz de Cristo
Meus amados. Hoje vamos falar sobre SANTIDADE
por favor abram sua bíblia em EXODO 15:11
Quem achou diga Amém! Quem não achou diga misericórdia!


15 – 11   Quem entre os deuses é como tu, ó Senhor? a quem é como tu poderoso em SANTIDADE, admirável em louvores, operando maravilhas?

Após ter peregrinado por muitas doutrinas antes de conhecer verdadeiramente ao Senhor Jesus e me converter, eu conheci muitas filosofias, muitas explicações sobre as leis da vida, teorias sobre evolução do homem e de seu espírito, e dentre tantas coisas, algo parecia ser óbvio, mas nunca encarado de frente, e este óbvio era: o pecado não existe. O que existe é um caminho de purificação a ser percorrido. O verdadeiro significado seria este: retratar a condição humana, a real condição do homem, em contraste de qual deveria ser.

Mas amados, é impossível você acreditar em Deus e não acreditar em pecado. É impossível você acreditar no nazareno Jesus Cristo, e não acreditar em pecado. Você sabe por que? Aliás, você quer saber qual o real significado do pecado? Isso existe mesmo? Vamos comigo: